Sábado, 22 de Junho de 2024
°C °C

Cinco maiores açudes do Ceará atingem melhor nível da última década

Reservatórios com maior capacidade hídrica do Estado conseguem bons aportes e recuperam volumes registrados antes do mais recente período de seca

29/04/2024 às 06h14 Atualizada em 25/05/2024 às 10h26
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: O Povo
Compartilhe:
AÇUDE Araras sangrando em abril de 2024.
AÇUDE Araras sangrando em abril de 2024.

Os volumes de chuvas registrados em 2024 e em 2023 afetaram diretamente os reservatórios hídricos do Ceará. Atingindo 56% da capacidade, os açudes estão no melhor nível de volume desde 2012. Entre eles, Castanhão (Alto Santo), Orós (Orós), Banabuiú (Banabuiú), Araras (Varjota) e Figueiredo (Alto Santo), os cinco maiores do Estado, receberam aportes consideráveis e superam marcas da última década.

O Castanhão, maior barragem da América Latina, está com 35,61% da capacidade preenchida. A última vez que o açude alcançou esse volume foi em 2014. Naquele ano, no entanto, a quantidade estava em decréscimo quando comparada aos anteriores. Hoje, a porcentagem representa uma considerável recuperação do nível do açude.

Apenas de janeiro a abril, o Castanhão teve recarga de 919 hectômetros cúbicos (hm³), o equivalente a 919 bilhões de litros de água. É o açude com maior aporte em 2024, conforme dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).O Orós, segundo maior reservatório do Ceará (e do Brasil), recebeu 494 hm³ de aporte e atingiu 73,57% da capacidade hídrica. A barragem não chegava a esse volume desde 2012, primeiro ano da mais longa seca da história do Estado.Já o terceiro maior açude do Estado, o Banabuiú, está 42,14% cheio, marca que não é registrada desde 2013. Ele recebeu 107 hm³ de aporte em 2024.

O único entre os maiores açudes que está sangrando é o Araras. Com 859,5 hm³ de capacidade, é o segundo ano seguido que o quarto maior reservatório do Estado chega a 100% do volume. Em 2023, o Araras também atingiu a sangria, o que não ocorria desde 2011.

Mais jovem do ranking, o açude Figueiredo, inaugurado em 2013, tem o melhor nível desde sua criação. Dos 497 hm³ de capacidade que possui, 33,01% estão preenchidos. Até abril, o aporte recebido pelo quinto maior açude do Ceará foi de 124 hm³.Ao todo, 73 dos 157 açudes monitorados pela Cogerh estão sangrando. Outros nove reservatórios estão com capacidade acima de 90% e 19 têm volume abaixo dos 30%.

Conforme a última Resenha Diária publicada pelo órgão, no dia 27 de abril, cinco barragens estão em volume morto.

Maiores açudes do Ceará

1. CastanhãoCapacidade total: 6.700 hm³Volume (%): 35,61%

2. OrósCapacidade total: 1.940 hm³Volume (%): 73,57%

3. BanabuiúCapacidade total: 1.534 hm³Volume (%): 42,14%

4. ArarasCapacidade total: 859,5 hm³Volume (%): 100%

5. FigueiredoCapacidade total: 497 hm³Volume (%): 33,01%

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.