Sábado, 22 de Junho de 2024
°C °C

Após 12 anos, açude Orós ultrapassa 70% de capacidade

Última vez que o reservatório atingiu a marca foi no dia 25 de setembro de 2012, quando computou 70,50%.

27/04/2024 às 09h17 Atualizada em 08/05/2024 às 15h51
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: G1/CE
Compartilhe:
O açude Orós, segundo maior reservatório do Ceará, ultrapassou 70% de sua capacidade após 12 anos. — Foto: Wandenberg Belem
O açude Orós, segundo maior reservatório do Ceará, ultrapassou 70% de sua capacidade após 12 anos. — Foto: Wandenberg Belem

O açude Orós, segundo maior reservatório do Ceará, ultrapassou 70% de sua capacidade nesta quarta-feira (24). É a primeira vez que o açude atinge a marca após 12 anos, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Última vez foi no dia 25 de setembro de 2012, quando registrou 70,50%. O Orós sagrou pela última vez em 8 de março de 2011.

Outro dado importante é que o reservatório registrou aporte considerável em 2024 e ultrapassou a marca de recuperação de 2023. Segundo a Cogerh, o Orós estava com 52,67% de sua capacidade em 1º de janeiro deste ano. Agora, em 24 de abril, o açude se encontra com 70,5%, um aporte de 17,83% em quase quatro meses, o que representa um aumento de 345,96 milhões de metros cúbicos de água.

O reservatório está com pouco mais de 1,367 bilhão de m³ acumulados, superior ao aporte máximo registrado em 2023, quando o açude alcançou 67,52% de sua capacidade (1,309 bilhão de m³), em 20 de maio daquele ano.

Açude Orós
O Açude Orós fica a 450 km de Fortaleza e tem como finalidades a perenização do Rio Jaguaribe, irrigação do Médio e Baixo Jaguaribe, piscicultura, culturas agrícolas de áreas de montante, turismo e aproveitamento hidrelétrico.

A barragem, que já ocupou o posto de maior reservatório do Ceará até 2002, ano em que o Castanhão foi construído, atingiu duas expressivas marcas este ano: o reservatório mais que dobrou em 2022 e atingiu um volume que não era alcançado desde 2014, ultrapassando o índice de 49% de volume hídrico acumulado.

O Orós tem capacidade para 1,94 bilhão de m³ água, fazendo parte do trio de açudes do Estado que comportam mais de 1 bilhão de m³, com o açude Castanhão (6,7 bilhões) e o açude Banabuiú (1,534 bilhão).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.