Sábado, 22 de Junho de 2024
°C °C

Idosos são resgatados às pressas de abrigo em chamas, no Ceará

Fogo começou em uma vegetação próxima à casa de acolhimento e se espalhou, atingindo o local. Um idoso passou mal e foi encaminhado para um hospital.

05/10/2023 às 15h55 Atualizada em 14/11/2023 às 17h22
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: G1/CE
Compartilhe:
Idosos são resgatados às pressas de abrigo em chamas, no Ceará

Idosos com dificuldade de locomoção tiveram que sair às pressas de um abrigo para idosos atingido pelas chamas nesta quarta-feira (4) em Barbalha, no interior do Ceará. De acordo com funcionários do Lar do Idoso Marica Macêdo, o incêndio iniciou em uma vegetação próxima à casa de acolhimento e se espalhou, atingindo o local.

Uma com locomoção limitada foi resgatada por três voluntários, carregada sobre uma cadeira. A idosa aparece assustada e com dificuldade de respirar.

Cerca de 30 pessoas estava na instituição no momento do incêndio. Um deles foi levado ao hospital após inalar fumaça.

A cabeleireira Francisca Mendes foi uma das pessoas que ajudou a resgatar as vítimas.

"De lá de casa deu para ver a fumaça subindo e corri logo para cá. Ajudei do início ao fim. Era socorrendo um, outros passando mal. A dona (da instituição) ficou nervosa", disse.

Com auxílio de cadeira de rodas e colaboração da comunidade, os idosos com dificuldade de movimentos foram retirados do local. "Todo mundo ajudou. Fizemos primeiro socorros", respondeu a moradora.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas. "Começou um fogo tão alto que a fumaça cobriu a casa. A gente teve que tirar os idosos na pressa, porque como eles são mais sensíveis, podia algum deles passar mal", disse a profissional.

"Foi mais fumaça do que chamas. A gente não conseguia olhar para onde a gente estava andando. Quase que a gente não conseguia sair. Começou por volta de 13h, estava todo mundo descansando (após o almoço)", conta a mulher.

Retorno ao lar

O prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva, disse que os idosos devem voltar à casa de acolhimento após inspeção.

"A gente primeiro vai fazer inspeção deste estabelecimento, assim como de estabelecimentos vizinhos para saber se teve algum dano. Para vocês terem noção, tiveram mais de quatro focos simultâneos ontem só aqui na cidade. A gente precisa de colaboração, temos uma limitação física", disse o gestor.

Ele ainda pediu que denúncias fossem feitas em caso de incêndios criminosos. Ainda não se sabe as circunstâncias exatas deste em Barbalha, mas conforme testemunhas o fogo iniciou em uma vegetação atrás da instituição de longa permanência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.