Quinta, 20 de Janeiro de 2022
30°

Poucas nuvens

Umirim - CE

Dólar
R$ 5,44
Euro
R$ 6,15
Peso Arg.
R$ 0,05
Polícia CASO DE POLÍCIA

Em Amontada idosa de 78 anos é indiciada pela Polícia Civil por racismo

Vítima das mensagens preconceituosas tinha cinco anos de idade e era parente da suspeita.

17/12/2021 às 08h08 Atualizada em 25/12/2021 às 14h35
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: G1/CE
Compartilhe:
Em Amontada idosa de 78 anos é indiciada pela Polícia Civil por racismo

A parente de uma criança negra foi indiciada pela Polícia Civil do Ceará pelo crime de racismo após as investigações apontarem que ela chamava o menino, de cinco anos de idade, de "negrinho" e "macaco" enquanto ele ia à escola, na cidade de Amontada, no interior do estado.

A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta quinta-feira (16) e aponta o indiciamento da suspeita, uma idosa de 78 anos. Ela é prima da mãe da vítima.

De acordo com a delegada municipal de Amontada, Flávia Fonseca, depoimentos sobre o caso foram colhidos, e a criança foi poupada de contato com a investigação. Após apuração, chegou-se ao indiciamento desta mulher, cuja identidade não foi revelada para preservar a identidade do menino.

"Ela não chegou a ir à Delegacia de Amontada, mas isso não nos impede do correto indiciamento, tendo em vista toda a materialidade colhida. O fato já foi remetido à Justiça", afirmou a delegada.

Segundo Flávia Fonseca, "a denúncia dessas pessoas faz com que atitudes como essa sejam freadas de maneira enérgica pelas instituições do estado".

Natureza incondicionada

A denúncia do crime de racismo foi feita pela mãe da criança, que relatou à Polícia Civil que a vítima sofria essas ofensas de cunho racista quando passava na frente da casa da parente. A residência dela ficava no caminho da escola em que a criança estuda.

Após a denúncia, a mãe ainda voltou à delegacia para retirar a queixa, mas foi informada que o crime de racismo é de ação penal de natureza incondicionada, ou seja, não depende de manifestação de alguém para que um suspeito seja indiciado.

Conforme o artigo 20 da lei 7.716/89, é crime praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A pena prevista é de reclusão de um a três anos e multa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.