Segunda, 18 de Outubro de 2021
25°

Poucas nuvens

Umirim - CE

Dólar
R$ 5,46
Euro
R$ 6,33
Peso Arg.
R$ 0,06
Mundo ATAQUE

Presidente do Haiti é morto a tiros dentro de casa

A primeira-dama também foi baleada, mas sobreviveu ao ataque

07/07/2021 às 17h33
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: GC Mais
Compartilhe:
Jovenel Moise, presidente do Haiti
Jovenel Moise, presidente do Haiti

Jovenel Moise, presidente do Haiti, foi morto a tiros dentro da sua própria casa, a residência oficial, na capital Porto Príncipe. O ataque aconteceu na madrugada desta quarta-feira (7), segundo informado por Claude Joseph, primeiro-ministro do país. A primeira-dama, Martine Moise, também foi baleada durante este ataque, mas sobreviveu ao tiro. Ainda não foi informado o estado de saúde dela.

Em um comunicado oficial, o primeiro-ministro afirmou que o ataque à residência oficial aconteceu por volta de 1h da madrugada e foi executado por um “um grupo de indivíduos não identificados”. Ele também detalhou que alguns dos participantes deste ataque falavam espanhol.

“Todas as medidas para garantir a continuidade do Estado e proteger a Nação foram tomadas. A democracia e a República vão vencer”, diz o comunicado oficial. O primeiro-ministro acrescentou um pedido para que a população do Haiti se tranquilize e informou que a Polícia Nacional e as Forças Armadas do País estão cuidando da segurança local.

O Haiti é um dos países mais pobres das Américas, com um dos menores IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo. O País tem um longo histórico de ditaduras e golpes de estado e passa por uma forte crise política e econômica. Desde 2018, os haitianos realizam protestos pedindo melhores condições de vida.

Moise, que foi assassinado durante este ataque, era um empresário do setor da banana e não tinha experiência política quando chegou ao cargo de presidente do Haiti. Durante os protestos que aconteceram neste ano de 2021, vários manifestantes pediram a renúncia dele.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.