Quarta, 12 de Agosto de 2020
x
Ceará GOVERNO

Aulas presenciais estão fora da 4ª fase do plano de retomada, diz Governador

Governador concedeu entrevista ao Bom Dia Ceará nesta quarta-feira (15)

15/07/2020 14h26 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: Diário do Nordeste
Legenda: O retorno às aulas presenciais nas escolas será definido somente após avaliação do comitê, disse Camilo
Legenda: O retorno às aulas presenciais nas escolas será definido somente após avaliação do comitê, disse Camilo

O governador Camilo Santana afirmou, em entrevista ao Sistema Verdes Mares, na manhã desta quarta-feira (15), que as aulas presenciais nas escolas, além do funcionamento de bares, academias, cinemas, shows e espetáculos estão fora da próxima fase do plano de retomada da economia no Estado.

A 4ª fase está inicialmente prevista para começar em 20 de julho em Fortaleza, já que a cidade está atualmente na etapa 3. Camilo informou que, se os indicadores de saúde permanecerem bons, a capital deve avançar para a 4ª fase e os restaurantes poderão retomar atividades à noite. Segundo ele, a decisão vai ocorrer até o fim desta semana, após reunião com o comitê formado por especialistas da Saúde.

"Vamos avaliar, discutir, o comitê vai se reunir com esses segmentos e vai avaliar a forma híbrida (nas escolas), uma parte presencial", comentou Camilo sem estimar possíveis datas para volta das aulas presenciais ou dos demais setores citados.

"Além das escolas, devem ser mantidos fora [da 4ª fase], shows, eventos, espetáculos, além de cinemas, bares e academias que serão reavaliados", acrescentou o governador.

As atividades presenciais em escolas, cursos, faculdades e universidades públicas e privadas estão suspensas no Ceará desde março. 

A decisão de adiar, por mais uma vez, as atividades presenciais na escolas vai de encontro com o que defende o Sindicato de Educação da Livre Iniciativa do Ceará (Sinepe). Para a instituição, as aulas poderiam ser retomadas no modelo híbrido - com revezamento entre os estudantes - no próximo dia 20 de julho.

"Essa é uma forte preocupação nossa, o que o comitê decidiu não é uma decisão individual do governo, do prefeito, é de uma equipe de profissionais que alertam", complementou Camilo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.