Sábado, 30 de Maio de 2020
85 981562733
Ceará SAÚDE

COVID-19: Secretário de saúde do estado projeta que Fortaleza terá 250 óbitos por dia em maio

Conforme Dr. Cabeto, secretário da Saúde, leitos de UTI estão totalmente ocupados e, na próxima semana, pessoas morrerão nas ruas

15/04/2020 12h35 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Umirim Notícias Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Esta coluna apurou nesta quarta-feira, 15, junto a uma fonte do Palácio da Abolição que o governador Camilo Santana prorrogará por mais uma semana, no mínimo, a validade do seu decreto que impôs o isolamento social – todos em casa – e proibiu atividades econômicas, com exceção das consideradas essenciais.

O isolamento social está previsto para terminar na próxima segunda-feira, dia 20, segunda-feira.

Ontem à noite, falando por vídeo conferência com diretores do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon), o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, anunciou que a pandemia do coronavírus chegará ao pico no vindouro mês de maio, quando o número de óbitos, somente em Fortaleza, chegará a 250 por dia.

Esta revelação do secretário da Saúde assustou os empresários da construção civil - que imaginavam reabrir seus canteiros de obra na próxima semana - e deverá embasar a decisão do governador de ampliar por até mais 15 dias o isolamento social.

A fonte do Palácio da Abolição, com acesso direto ao governador, explicou que o isolamento social tem dificuldade de ser cumprido na periferia da capital e em cidades do interior do Estado.

Mas, em Fortaleza, já se uniram a Guarda Municipal e a Polícia Militar, que estão desde hoje percorrendo os bairros da cidade, instruindo a população a evitar aglomerações e a permanecer em casa.

O isolamento tem o claro e correto objetivo de evitar a propagação do coronavírus, ao mesmo tempo em que o governo investe na melhora da estrutura de saúde pública, principalmente a hospitalar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.