Teste 1
SAÚDE

Funcionária de posto de saúde é presa por furtar vacinas e vender a R$ 5

A mulher foi conduzida à delegacia, onde prestou depoimento, mas vai responder ao crime em liberdade.

04/10/2019 16h01Atualizado há 6 dias
Por: Redação Umirim Notícias
Fonte: G1/CE
Técnica de enfermagem é suspeita de furtar vacinas e materiais de posto de saúde em Juazeiro do Norte. — Foto: Edson Freitas/ SVM
Técnica de enfermagem é suspeita de furtar vacinas e materiais de posto de saúde em Juazeiro do Norte. — Foto: Edson Freitas/ SVM

A polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na residência da funcionária de um posto de saúde suspeita de furtar doses de vacinas contra H1N1, remédios e outros artigos usados no atendimento aos pacientes, em Juazeiro do Norte. A operação ocorreu na manhã desta sexta-feira (4). A mulher foi conduzida à delegacia para prestar depoimento, mas vai responder ao crime em liberdade.

As doses da vacina contra H1N1 eram vendidas a R$ 5 para clínicas particulares, segundo a polícia. Por causa do desvio ilegal, o estoque sofreu um déficit nos municípios de Juazeiro e Crato, no Cariri do Ceará, que ficaram sem a imunização em junho deste ano. Até junho deste ano, a Influenza H1N1 provocou sete mortes no estado, conforme o boletim de epidemiologia mais recente da Secretaria da Saúde (Sesa).

Na casa da técnica de enfermagem investigada pelo crime foram encontradas doses de vacina contra sarampo, pomada de lidocaína, seringas, sonda, papeis de receita e algodão. Segundo a polícia, as doses contra a H1N1 foram todas vendidas pela mulher. Ela teria desviado mais de 100 doses.

“Ela não tinha como conseguir as vacinas, e tava comercializando ao preço de R$ 5. Então, deixa bem claro que ela estaria subtraindo essas vacinas do posto de saúde onde ele trabalha pra comercializar aqui na cidade. Conseguimos fazer todo o levantamento, ouvir várias pessoas, juntar provas robustas do envolvimento dela”, afirmou o delegado regional de Juazeiro do Norte, Juliano Marcula.

A funcionária pode ser autuada por crime de peculato furto, informou o delegado. Ela vai responder em liberdade porque não houve flagrante.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.