Teste 1
EMPREGOS

Camilo Santana assina acordo para instalação de duas novas fábricas de pescado no Ceará

Serão criados 750 novos empregos diretos no setor

19/09/2019 23h02
Por: Redação Umirim Notícias
Fonte: O POVO ONLINE
O governador Camilo Santana fechou acordo para a construção de mais duas fábricas no estado. (Foto: Governo do Estado do Ceará / Divulgação)
O governador Camilo Santana fechou acordo para a construção de mais duas fábricas no estado. (Foto: Governo do Estado do Ceará / Divulgação)

O governador Camilo Santana (PT) se reuniu nesta quarta-feira, 17, com o presidente mundial do Grupo Jealsa, Jesús Manoel Alonso, para fechar um acordo que garantirá a construção de duas novas fábricas de pescados no Ceará. O encontro ocorreu na sede da empresa, na Província de La Coruña, na Espanha

O grupo investirá cerca de R$ 100 milhões nos próximos anos para ampliar sua produção de conservas de sardinha e atum no Ceará, gerando 750 empregos diretos no setor da pesca. A empresa ampliará seus negócios no Ceará, onde já mantém uma das empresas do grupo, a Robinson Crusoe Foods, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Camilo Santana comentou sobre a importância da instalação das fábricas no Estado. “Fico muito feliz com esse acordo, que levará mais empregos e desenvolvimento para o Ceará. Essa tem sido uma luta constante nossa: atrair novos parceiros comerciais, principalmente no mercado internacional. Hoje o Ceará é um estado respeitado e admirado pela sua responsabilidade fiscal, transparência e investimento públicos”, explica.

Na ocasião também estiveram presentes o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho, o secretário de Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, e o secretário executivo do Agronegócio do Ceará, Silvio Carlos Ribeiro.

Indústria

De acordo com estimativa da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), após crescer 2,9% no acumulado de janeiro a julho deste ano, a produção industrial cearense deve crescer até 2,5% em 2019. Metalurgia, produtos de metal e químicos estão entre setores que devem apresentar maiores expansões no ano. Conforme a Pesquisa Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Ceará registrou o melhor desempenho do Nordeste e o quarto no País no acumulado do primeiro semestre – Pernambuco (-1,6%) e Bahia (-2,1%) tiveram quedas no período, por exemplo.

Pescados

O Ceará é líder no Brasil em exportação de pescados – peixes e crustáceos, segundo dados divulgados na semana passada pelo Ministério da Economia, através da Secretaria do Comércio Exterior (Comex). De janeiro a agosto deste ano, o estado exportou mais de seis mil toneladas, com faturamento de mais de US$ 47,1 milhões, ultrapassando o Pará, que no mesmo período exportou US$ 36,4 milhões, e Santa Catarina, com US$ 16,1 milhões. O destaque foi para a exportação de lagosta, que chegou ao montante de US$ 29 milhões em exportação. Isso representa mais de 50% em exportação nesse segmento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.